quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Leptina e a obesidade






Pessoas com obesidade,por possuírem uma grande quantidade de tecido adiposo,possuem altos níveis séricos de leptina.De acordo com os estudos, verificou-se que há um defeito na atividade deste hormônio nestes pacientes.Logo, essas pessoas não sofrem de uma deficiência desse sinalizador,mas sim,de uma resistência aos seus efeitos.Foram criadas duas hipóteses para explicar tal fenômeno. Uma delas é que o acúmulo em excesso de leptina num curto período de tempo poderia levar a uma “down regulation” dos receptores centrais e a um reajuste do seu efeito inibidor sobre a fome.Assim,uma quantidade acima do normal seria necessária para o mesmo efeito inibitório sobre a fome.A outra hipótese é a de que haja uma incapacidade do sistema de transporte de leptina para dentro do cérebro,já que esses pacientes têm uma redução das concentrações liquóricas de leptina quando comparadas com as suas concentrações plasmáticas.

Leptina e a anorexia:


Pessoas com anorexia nervosa são extremamente magras,recusam-se a comer,tem um grave distúrbio de imagem,achando que possuem um grande peso corporal e são amenorreicas.Vários pesquisadores estudaram sobre a atividade da leptina nesta doença.Pacientes com este distúrbio acompanhadas durante sua recuperação de peso tiveram a leptina medida no plasma e no liquor.As concentrações deste hormônio nestes dois compartimentos foram diretamente associados com o IMC.Observou-se nesta pesquisa, que essa relação-leptina,plasma e liquor- foi alta nos estágios de recuperação de peso e seus níveis desse hormônio foram normalizados antes que o IMC voltasse ao normal. Os pesquisadores acreditam que a recuperação antecipada de leptina pode explicar a resistência a ganho de peso,observada nessas pessoas em tratamento,principalmente, nas fases em que se está próximo ao peso alvo.Eles também verificaram que uma concentração mínima de leptina é necessária para manter a menstruação nas pacientes mulheres.



Referência:
-http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-27302000000300004

imagens retiradas do google

                                                                 Postado por: Nathália Bandeira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário